12 de abr de 2008

Verdades da vida

Vão-se os anéis, ficam os dedos.
Não há nada que o tempo não cure ou amenize, pode acreditar.
Ansiedade e tempo são proporcionais: quanto maior a ansiedade, mais devagar o tempo.
Não existe ninguém no mundo que nunca sofreu de amor.
Todo mundo já perdeu um ônibus, ou qualquer outra coisa importante para si. Quem sabe até uma oportunidade.
Alguém um dia já gostou de você, e você nem sequer percebeu.
Algum dia você vai amar tanto que vai pensar ser capaz de morrer por isso.
Algum dia você vai sofrer, e descobrir que seu amor não te matou.
Algum dia você vai perceber o real sentido da sua vida.
E vai descobrir que por ele você morreria, sofreria, ficaria ansioso, esperaria, desperdiçaria oportunidades, enfim, faria tudo.
Vão-se os anéis, ficam os dedos.
E felicidade não tem preço.
________________________________________
"Whatever makes you happy,
Whatever you want.
You're so fucking special,
[...]

But I'm a creep, I'm a weirdo.
What the hell am I doing here.
I don't belong here,
I don't belong me..."